27 de abril de 2018 · CTN, Loures: 60 anos de C&T nucleares em Portugal



ANTÓNIO RAMALHO

António Ramalho, Diplomado em Engenharia Nuclear em Saclay, França, em 1957, especializou-se em Física de Reatores Nucleares (Michigan, EUA,1960). Foi responsável pelo Reator português (1961 a 1972), tendo formado a primeira equipa de técnicos e investigadores que se ocupou do Reator. Em 1973, é admitido na Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA). Em 1989, regressa a Portugal e assume novamente, a exploração do Reator de Investigação Português.

JOSÉ CARVALHO SOARES

José Carvalho Soares, Doutorado em Física, pela Universidade de Bona, Alemanha (1975). Presidente Conselho Diretivo do Instituto Tecnológico e Nuclear (1996-2002). Deve-se-lhe a revitalização e atualização científica do ITN, onde cria o primeiro implantador iónico. Foi Delegado português e membro fundador da Plasma and Ion Beam Surface Engineering Society.

MARIA FERNANDA SILVA

Maria Fernanda da Silva, Doutorou-se em Física, pela Universidade de Manchester (1968). Responsável pelo Laboratório do Feixes de Iões (LFI) do Setor de Física, do Laboratório de Sacavém (desde 1982). Coautora da Escola da OTAN, para a «modificação de materiais usando feixes intensos de iões» (1987). Vice-presidente do Conselho Diretivo do Instituto Tecnológico e Nuclear (1996-2002).

FREDERICO GAMA CARVALHO

Frederico Gama Carvalho, iniciou a atividade profissional, no Porto, no Centro de Estudos de Física Nuclear e Eletrónica. Em 1960, foi admitido na Junta de Energia Nuclear. Doutorou-se em Física, na Universidade Karlsruhe, na Alemanha, em 1967. Com a criação do Instituto Tecnológico e Nuclear, foi o primeiro Presidente do Conselho Científico desta instituição (2000-2004).

CARLOS VARANDAS

Carlos Varandas, foi fundador e Presidente do Centro de Fusão Nuclear do IST e do Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear, Laboratório Associado. Foi responsável durante 30 anos pela participação portuguesa no Programa de Fusão da EURATOM, onde exerceu os cargos de Presidente do Comité de Gestão do EFDA e Presidente do Conselho de Administração da Fusion For Energy (F4E).



2 de julho de 2018 · Ciência 2018



ROLF‐DIETER HEUER

Rolf-Dieter Heuer, Diretor-Geral do CERN desde 2009. Licenciado em Física pela Universidade de Estugarda. Doutorado pela Universidade de Heidelberg com a tese «Neutral decay modes of the (Psi)(3686)». De 1998 a 2004 lecionou na Universidade de Hamburgo e em 2004 foi nomeado Diretor da Investigação em Desy.

MANUEL PAIVA

Manuel Paiva, Professor jubilado da Universidade Livre de Bruxelas onde lecionou Física e Biofísica na Faculdade de Medicina. Dirigiu o Laboratório de Física Biomédica da Universidade Livre de Bruxelas. Participou em dez missões espaciais da NASA e da Agência Espacial Europeia.



3 de julho de 2018 · Ciência 2018



HELEN ROST MARTINS

Helen Rost Martins, Cofundadora do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores onde foi a primeira Investigadora. Defensora e protetora das tartarugas, integra o «Marine Turtle Specialist Group» da União Internacional para a Conservação da Natureza Editora da revista «Arquipélago» associa o interesse na divulgação científica à defesa dos mares e do ambiente.

CÂNDIDO MARCIANO DA SILVA

Cândido Marciano da Silva, Doutorado em Física Nuclear Experimental pela Universidade de Manchester. Foi investigador no Laboratório de Física e Engenharia Nucleares da Junta de Energia Nuclear. Esteve particularmente envolvido na promoção da política científica em Portugal nos anos 80 e 90, tendo sido Chefe de Gabinete do Ministro José Mariano Gago entre 1997 e 2002. Continua a promover a cultura científica, incluindo a difusão do conhecimento sobre monumentos megalíticos do Alentejo Central e a sua relação com a astronomia.

MARIA IRENE RAMALHO

Maria Irene Ramalho, Professora catedrática jubilada do Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Professora visitante do Departamento de Literatura Comparada da Universidade de Wisconsin-Madison. Destacou-se pelo estudo sobre o Modernismo e a Modernidade, incluindo estudos comparados sobre poesia, poética e filosofia e teorias do feminismo. Faz parte do conselho editorial de várias revistas de literatura e cultura.

ANTÓNIO RENDAS

António Rendas, licenciado pela Faculdade de Medicina de Lisboa e Doutorado pelo Cardiothoracic Institute da Universidade de Londres. Foi Reitor da Universidade Nova de Lisboa e presidiu ao Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas. Trabalhou em várias comissões da Organização Mundial da Saúde e sobre a evolução do ensino da medicina. Foi um grande impulsionador da formação em Ciências da Vida em Portugal e da capacitação científica das Universidades e da articulação com o sistema de saúde.

JOÃO GUERREIRO

João Guerreiro, Mestre em Ordenamento Rural e Ambiente e Doutorado em Ciências Económicas. Foi Reitor da Universidade do Algarve, Presidente da Comissão de Coordenação da Região do Algarve, Presidente do Programa Operacional do Algarve - PROA. Preside à Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior, CNAES. Presidiu à Comissão Técnica Independente sobre os incêndios de 2017, nomeado pela Assembleia da República.

ANTÓNIO GALOPIM DE CARVALHO

António Galopim de Carvalho, Doutorado em Geologia pela Universidade de Lisboa, é Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Dirigiu o Museu Nacional de História Natural e impulsionou em Portugal e ao nível da UNESCO o estudo científico dos dinossauros. Distingue-se ainda hoje pela defesa do património geológico Português. É autor de inúmeros livros e continua a promover a cultura científica sobre geologia, designadamente através de publicações e das redes sociais.

MARIA CÂNDIDA VAZ

Maria Cândida Vaz, impulsionadora do Laboratório de Análises do IST, em Lisboa, distinguiu-se pelo controlo analítico e a inovação e metodologias de análise, bem como pelo estímulo contínuo à qualidade das águas em Portugal. Manteve um Laboratório de Análises de referência nacional e internacional num contexto académico, estimulando a interação com estudantes e investigadores.

HERMÍNIA DE LENCASTRE

Hermínia de Lencastre, desenvolveu a investigação em genética microbiana com enfoque nos mecanismos de resistência a antibióticos e a propagação de genes resistentes. Doutorada pelo Instituto Gulbenkian de Ciência. Professora no Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB) da Universidade Nova de Lisboa. Diretora do Laboratório de Genética do ITQB NOVA. Investigadora no The Rockefeller University.

JOÃO COIMBRA

João Coimbra, fundou e presidiu o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR). Licenciado em Biologia pela Universidade de Coimbra e Doutorado em Ciências pela Universidade de Nice. Estagiou no Centro de Bioquímica da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto e no Comissariado da Energia Atómica Francês. Desenvolve a sua investigação no domínio da Fisiologia Comparativa visando as bases fisiológicas da Aquacultura e das migrações dos peixes e a resposta dos animais aquáticos aos poluentes. Foi Presidente da Comissão de Especialidade das Ciências e Tecnologias do Mar da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica (JNICT), membro do Conselho Científico da FCT, membro da Comissão Estratégica dos Oceanos, membro do Conselho Consultivo da Estrutura de Missão para os Assuntos do Mar, membro da Comissão Científica para a Delimitação da Plataforma Continental.

JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA

João Ferreira de Almeida, licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa e Doutorado em Sociologia pelo ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa. Investigador no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia - CIES e professor do Departamento de Sociologia do ISCTE do qual foi Presidente.

JORGE GASPAR

Jorge Gaspar, licenciado em Geografia e Doutorado em Geografia Humana pela Universidade de Lisboa. Presidiu a Comissão Nacional de Geografia e o Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa e integrou o Conselho Geral da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica (JNICT).

JOSÉ HIPÓLITO MONTEIRO

José Hipólito Monteiro, licenciado em Ciências Geológicas pela Universidade de Lisboa e fez a graduação em oceanografia no Scripps Institute of Oceanography. Iniciou a carreira profissional como investigador no Instituto Hidrográfico da Marinha. Foi Geólogo e Investigador nos Serviços Geológicos de Portugal e no Serviço de Fomento Mineiro e professor convidado de Geologia Ambiental nas Universidades de Évora e Aveiro e de Geologia Marinha na Universidade Nova de Lisboa. É investigador Coordenador Aposentado no Laboratório Nacional de Energia e Geologia.

CLÁUDIO TORRES

Cláudio Torres, fundador e Diretor do Campo Arqueológico de Mértola onde foca a sua investigação na História Medieval. Lecionou cadeiras ligadas à História Medieval na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Doutor «honoris causa» pela Universidade de Évora. Prémio Pessoa em 1991 e agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante Dom Henrique em 1993. Membro do Conselho Consultivo do Instituto de Gestão do Património Arquitetónico e Arqueológico (IGESPAR). Representou Portugal no Comité do Património Mundial da UNESCO. Desenvolve a sua atividade científica em particular na área do património cultural, nomeadamente nos domínios da arqueologia, da investigação histórica e da museologia.



7 de julho de 2018



JOÃO SOBRINHO TEIXEIRA

João Sobrinho Teixeira (IPB), João Sobrinho Teixeira é licenciado em Engenharia Química pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e doutorado na área de Mecânica de Fluidos pela mesma Universidade. Pertenceu aos quadros do Complexo Agroindustrial do Cachão, onde desempenhou funções de engenheiro de produção e, posteriormente, de direção do planeamento e controlo da produção. É Professor Coordenador do Instituto Politécnico de Bragança (IPB) desde 2001. Foi Presidente do IPB de 2006 a julho de 2018. De 2009 a 2013 assumiu, também, as funções de Presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP). De fevereiro de 2009 a outubro de 2018 foi membro da Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES). De 2011 a 2014 integrou a direção da European Network for Universities of Applied Sciences. De 2014 a julho de 2018 integrou a direção da AULP (Associação das Universidades de Língua Portuguesa). Foram-lhe atribuídas as seguintes distinções: Medalha de Honra da Opole University of Technology (Polónia), 2012; Medalha de Mérito pela Câmara Municipal de Bragança, 2013; Medalha de Ouro do CCISP, 2013; Medalha de Ouro de Mirandela, 2016; o título de «Professor Honoris Causa» pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), 2018; Medalha de Mérito Científico do MCTES, 2018.