Programa - Sessões temáticas




DIA 05

Plenária 1: Potenciar o contributo da Ciência para o Oceano que queremos

Auditório Renato Araújo - 09h00-10h30

Oradores:

José Ribau Esteves, Presidente da Câmara de Aveiro

Paulo Jorge Ferreira, Reitor da Universidade de Aveiro

Helena Vieira, Comissária do Encontro Ciência 2023

Rosalia Vargas, Presidente da Agência Nacional da Cultura Científica

Madalena Alves, Presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia

______________________________________

Eva Calvo, Institute of Marine Sciences

Joana Xavier, CIIMAR

______________________________________

Diana Morant, Ministra da Ciência e da Inovação de Espanha

Elvira Fortunato, Ministra da Ciência Tecnologia e Ensino Superior

Encerramento da Sessão

António Costa, Primeiro-Ministro




Restauro de ecossistemas naturais e produtivos com vista à transição climática e energética

Anfiteatro 23.1.5 - 11h15-12h45

Organização:

CHANGE e TERRA

Descrição:

A sessão incluirá uma visão geral dos Laboratórios Associados CHANGE e TERRA e 6 apresentações sobre investigação em curso. O trabalho apresentado destacará o papel crítico da ciência como facilitadora de intervenções políticas adequadas e a necessidade de esforços colaborativos e interinstitucionais envolvendo cientistas, governos, sociedade civil e indústria para alcançar os objetivos de restauro. Tanto o CHANGE como o TERRA estão profundamente comprometidos com o avanço do conhecimento, desenhando novas abordagens integrativas de investigação e desenvolvimento para contribuir ativamente para a sociedade. Fortalecendo um dos pilares dos Laboratórios Associados, o apoio a políticas públicas.

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Francisco Laranjeira, Gabriela Sofia Fonseca, Esc. Secundária Julio Dinis, Ovar, Salicórnia o futuro da dessalinização sustentável

Moderação:

Susana Filipe, MED – Mediterranean Institute for Agriculture Environment and Development & CHANGE - Global Change and Sustainability Institute University of Évora

Paulo Branco, Centro de Estudos Florestais Laboratório Associado TERRA Instituto Superior de Agronomia

Oradores:

Alice Nunes, cE3c - Centre for Ecology Evolution and Environmental Changes & CHANGE - Global Change and Sustainability Institute Faculdade de Ciências

Ecological restoration of the coastal dune system in S. João da Caparica: scientific assistance and lessons learned in the Reduna project

Cristiana Nunes, LEAF - LINKING LANDSCAPE ENVIRONMENT AGRICULTURE AND FOOD

Blue Bioeconomy: The importance of microalgae as a food ingredient

José Muñoz-Rojas, MED – Mediterranean Institute for Agriculture Environment and Development & CHANGE - Global Change and Sustainability Institute University of Évora

C farming and soil protection in the olive trees of Alentejo: why?, how?...and so what?

Gonçalo Duarte, Centro de Estudos Florestais Laboratório Associado TERRA Instituto Superior de Agronomia

Blue-green infrastructure in irrigated agricultural landscapes

David Fangueiro, LEAF - LINKING LANDSCAPE ENVIRONMENT AGRICULTURE AND FOOD

Soil organic matter: a key solution to several problems

Nazaré Couto, CENSE – Centre for Environmental and Sustainability Research Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Nova de Lisboa

Soil protection in the context of energy transition




Emprego e Economia Azul Circular e Sustentável

Anfiteatro 23.1.6 - 11h15-12h45

Organização:

B2E CoLAB, CoLAB +ATLANTIC, S2Aqua, Greencolab

Descrição:

Nesta sessão pretende-se promover a discussão sobre o emprego e a economia azul circular e sustentável, destacando as oportunidades, os desafios e as soluções que a ciência, as empresas e a inovação podem oferecer para um futuro mais sustentável e resiliente para os oceanos e as comunidades que deles dependem.

Intervenção Inicial:

João Borga, Compete2030

Moderação:

Patricia Gonçalves, B2E

Oradores:

Joana Tomé, B2E CoLAB

Pitch ▪___ Valorização de Coprodutos de origem marinha e Economia Circular

Tiago Garcia, CoLAB +ATLANTIC

Pitch ▪___ A aquacultura para o futuro que queremos

Pedro Pousão-Ferreira, S2Aqua

Pitch ▪___ Aquacultura: a nova abordagem na produção de alimento

Daniel Silva, GreenCoLAB

Pitch ▪___ Biotecnologia Azul

________________________________________

Mesa Redonda

Ricardo Calado, Universidade de Aveiro

João Navalho, Necton

Luís Carlos Coelho, INESC TEC

Bernardo Carvalho, Oceano Fresco




Inovação, sustentabilidade e segurança alimentar: qual o posicionamento e o roadmap dos Colabs do sector Agro?

Anfiteatro 23.1.7 - 11h15-12h45

Organização:

FeedInov, Food4Sustainability, InnovPlantProtect, SmartFarmColab e Vines&Wine

Descrição:

A sessão tem como finalidade perceber e debater quais os percursos tecnológicos e estratégicos estes Laboratórios Colaborativos têm definido para dar respostas às necessidades e exigências do sector agrícola. A Sessão será estruturada com uma mesa-redonda moderada por um(a) jornalista, com a presença dos 5 CoLabs e abertura da discussão ao público assistente. Dos resultados esperados releva-se a identificação das inovações em progresso e o entendimento e eventual ajuste das linhas estratégicas desenvolvidas e a desenvolver, bem como uma maior eficiência na interação entre os Colabs da área da Agricultura.

Moderação:

Filipa Mendes, Público

Oradores:

Ana Sofia Santos, FeedInnov

Ricardo Chagas, Food4Sustainability

Pedro Fevereiro, InnovPlantProtect

Cátia Pinto, SmartFarmColab

Nelson Machado, Vines&Wines




Carreiras Científicas: organização, desafios e expetativas

Auditório Renato Araújo - 11h15-12h45

Organização:

Conselho dos Laboratórios Associados (João Rocha, Teresa Ferreira and C. Máguas, organization)

Descrição:

Nesta sessão serão debatidas a estrutura e organização das carreiras científicas, ilustrando com a situação em Portugal, na Itália e na Espanha. Também será considerado o papel dos Laboratórios Associados na promoção das carreiras de ciência, bem como as carreiras de ciência em ambiente empresarial. Espera-se uma visão geral das alternativas possíveis e suas implicações na situação atual dos investigadores portugueses.

Intervenção Inicial:

João Rocha, Universidade de Aveiro

O potencial para carreiras científicas sólidas em Laboratórios Associados

Moderação:

C. Máguas, Universidade de Lisboa

Teresa Ferreira, Instituto Superior de Agronomia

Oradores:

Madalena Alves, Presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Situação em Portugal

Cristina Viguera, CSIC

Carreiras Científicas no CSIC, Espanha

Enrico Brugnoli, CNR

Carreiras Científicas no CNR, Italia

Márcio Temtem

Carreiras Científicas em Empresas




Restaurar os nossos oceanos a partir do espaço

Sala de Atos Académicos - 11h15-12h45

Organização:

Air Center e PT Space

Descrição:

Nesta sessão vamos centrar-nos no papel do Espaço no nosso conhecimento dos Oceanos e na forma como pode contribuir para a sua preservação, ao mesmo tempo que promove uma economia azul responsável. Teremos uma visão geral dos desafios e oportunidades oferecidos pelas tecnologias espaciais e dialogaremos com a comunidade científica nacional para discutir como estas tecnologias já estão a ser utilizadas e a contribuir para os seus tópicos de investig

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Bruna Sardinha_ Inês Cardoso, Mónica Vilela, Escola Secundária Amato Lusitano, Monitorização da Erosão Costeira entre Esposende e Ofir través de imagens do Sentinel - 2

Intervenção Inicial:

Craig Donlon, European Space Agency

Overview of how Space can contribute to restore our Oceans: challenges and opportunities

Moderação:

Carolina Sá, Agência Espacial Portuguesa

Oradores:

Ana Sousa, CESAM University of Aveiro

Blue carbon accounting in coastal wetlands: the role of remote sensing and Space

Giulia Sent, MARE-ULisboa

Water quality: how satellites can help us monitor our estuaries, the CERTO project

Leonardo Azevedo, IST

Automatic detection of marine litter from Space (the AI Moonshot challenge)

João Pinelo, Air Centre

Marine Protected Areas and biodiversity. Which 3_30?-

Sónia Cristina, CIMA/ARNET-UAlgarve

Application of satellite remote sensing to the Blue Economy aquaculture sector

________________________________________

Panel discussion

________________________________________

Q&A




A sustentabilidade da produção agroalimentar no Norte de Portugal: vulnerabilidades e desafios emergentes

Auditório Renato Araújo - 14h30-16h00

Organização:

Inov4Agro e SusTec

Descrição:

A sustentabilidade das cadeias de valor agrárias no Norte de Portugal enfrenta desafios específicos que exigem investigação dedicada e acompanhamento pelos decisores. Embora determinante para a economia nacional, esta região é particularmente vulnerável aos impactos das alterações climáticas, nomeadamente secas, fogos rurais, precipitações extremas, cheias rápidas, deslizamentos de terra e a diminuição da precipitação mais acentuada do país, ameaçando a disponibilidade e qualidade da água e dos solos. As parcelas agrícolas são geralmente de pequena dimensão e, em casos de declive acentuado, a implementação de soluções de agricultura inteligente está fortemente condicionada. Nas áreas costeiras a pressão humana é elevada e a saúde do solo pode ser gravemente comprometida, enquanto as regiões montanhosas são ricas em biodiversidade que pode ser severamente ameaçada pelas práticas agrícolas. A baixa disponibilidade de mão de obra nas áreas rurais é uma restrição crítica para as transformações setoriais necessárias. Assim, práticas e políticas direcionadas são urgentes para minimizar os riscos e aumentar a resiliência e a proteção da biodiversidade, garantindo a sustentabilidade de importantes setores socioeconómicos portugueses e a segurança alimentar nacional. Nesta sessão, serão apresentadas estratégias específicas para superar os desafios mencionados acima, com base na investigação em curso nas quatro unidades de I&D que compõem os ALs Inov4Agro e SusTec.

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Bianca Valente da Paz, Nuno Rogério Alves da Silva, Escola Julio Dinis, Ovar, Influência de halobactérias na germinação e desenvolvimento de alfaces em solos salinizados

Intervenção Inicial:

José Alberto Pereira, CIMO/SusTEC

Abertura

Moderação:

Pedro Couto, CITAB/Inov4Agro

Oradores:

João Santos, CITAB/Inov4Agro

Avaliação dos impactos climáticos na agricultura: adaptação

Ruth Pereira, GreenUPorto/Inov4Agro

Estratégias para a gestão sustentável de nutrientes, solo e recursos hídricos

José Alberto Pereira, CIMO/SusTEC

Estratégias sustentáveis de proteção de plantas em culturas mediterrâneas de Montanha

Paulo Leitão, CeDRI/SusTEC

Estratégias de combate ao desperdício alimentar e sustentabilidade do prado ao prato

________________________________________

Debate

________________________________________

João Santos, CITAB/Inov4Agro

Resumo e Encerramento




Sustentabilidade em cidades costeiras

Anfiteatro 23.1.5 - 14h30-16h00

Organização:

Laboratório Colaborativo para a Sustentabilidade Urbana, Colab + Atlantic

Descrição:

TÓPICO 1 - ECOSSISTEMAS COSTEIROS E RESILIÊNCIA CLIMÁTICA Na Europa, mais de 200 milhões de cidadãos vivem a menos de 50 km da costa. Isso contribui para o aumento das pressões induzidas sobre ecossistemas costeiros e para o aumento da vulnerabilidade humana às alterações climáticas. Os ambientes costeiros estão entre os ecossistemas mais produtivos do mundo, fornecendo alimento, proteção contra erosão e inundação, sequestro de carbono e aumento da biodiversidade. Monitorizar e prever a evolução destes ecossistemas, face á crescente pressão humana e alterações climáticas, é crucial para garantir que a resiliência dos mesmos é mantida e que os seus serviços continuam inalterados. TÓPICO 2 - OBSERVAÇÃO E SENSORIZAÇÃO COSTEIRA A abordagem +ATLANTIC procura alavancar o conhecimento científico de ponta na aquisição de dados de Observação da Terra (OT), machine learning (ML) e previsão meteoceanográfica para antecipar os principais desafios ambientais e climáticos que enfrentamos em ambientes costeiros e fornecer informação de valor acrescentado de fácil utilização em formatos que possam ser facilmente reconhecidos pelo cidadão comum. O conceito é implantar fluxos de trabalho de ciência de dados semiautomáticos eficientes sobre grandes matrizes de dados disponíveis gratuitamente (por exemplo, OT, redes in situ de cidadãos/voluntários e modelos numéricos) para alimentar plataformas de vigilância de perigos e alerta de risco ambiental, divulgando, em tempo real, informações prontamente disponíveis para a comunidade. Em particular, será apresentado o módulo de ondas de calor, como prova de conceito para esta abordagem. TÓPICO 3 - NEUTRALIDADE CARBÓNICA EM CIDADES CONSTEIRAS, FLUXOS ENTRE O VERDE E O AZUL Cada vez mais se impõe uma gestão justa e equilibrada dos recursos necessários para suportar uma população mundial em crescimento continuo, que anualmente usa 1.7 vezes mais recursos naturais do que o planeta pode suportar, estimando-se que a este ritmo em 2050 seja necessário o equivalente a 3 planetas. Transformar as cidades do futuro, exige mudanças de comportamento e de prática, trabalhar de forma colaborativa, envolvendo os diferentes atores do ecossistema urbano, nomeadamente as novas gerações, usando a inovação e a tecnologia em combinação com a natureza, para reduzir a pegada humana, nomeadamente a de GEE, acelerando a neutralidade carbónica, em áreas da gestão urbana como a mobilidade e a energia.

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Carolina Longo, Maria Mirhaliyeva, Esc. Sec. Amato Lusitano, Soube bem a microplástico?

Intervenção Inicial:

Tiago Garcia, Colab +Atlantic

Moderação:

Tiago Garcia, Colab +Atlantic

Oradores:

Catarina Selada, Laboratório Colaborativo para a Sustentabilidade Urbana

Neutralidade Carbónica em cidades costeiras, fluxos entre o verde e o azul

Ana Oliveira, Colab +Atlantic

Observação e sensorização costeira

Pedro Almeida, Colab +Atlantic

Ecossistemas Costeiros e resiliência climática




O contributo dos CoLABs para a descarbonização e transição energética

Anfiteatro 23.1.6 - 14h30-16h00

Organização:

VG CoLAB, Smart Energy Lab, BIOREF, IST/HyLab, Net4CO2, c5Lab

Descrição:

6 CoLABs que atuam nas temáticas de descarbonização e transição energética organizam esta sessão apresentando a relevância da sua operação, resultados alcançados e produção científica relevante. A sessão fará a fotografia do sector hoje e promoverá o debate de questões essenciais que urgem solução na descarbonização e transição energética. Pretendemos mostrar o que tem sido feito nos CoLABs e respectivo impacto na cadeia de valor da energia mais limpa e descarbonizada em Portugal.

Oradores:

João Paulo Sousa, Business Developer VG CoLAB

Batteries: their role in the future

João Wang, Head of Strategy People and Finance Smart Energ Lab

Accelerating Energy Transition to the final user – Painpoints and Solutions

Joana Bernardo, Scientific and Techinal Director at CoLAB BIOREF

Unlocking opportunities to boost renewables gases towards energy transition

Gabriel Garcia Carvalho, Researcher at Centro de Química Estrutural IST and Resaercher at HyLAB

O oceano azul e o hidrogénio verde

Hugo Matias, CEO NET4CO2 CoLAB

CO2 geostorage in the Portuguese Atlantic margin: the good, the bad and the ugly

Catarina Brazão Farinha, Project Manager at c5Lab

Investigação para a descarbonização do sector cimenteiro




Águas Residuais como Recurso: Recuperação de Água, Nutrientes e Energia

Anfiteatro 23.1.7 - 14h30-16h00

Organização:

LABBELS e ALICE

Descrição:

Promover discussão sobre os desafios da neutralidade energética e climática no setor das AR, relacionando R&D&I com aplicação prática. - Contribuir para práticas responsáveis na indústria relativamente ao tratamento e descarga zero de micropoluentes, através da procura de soluções tecnológicas inovadoras.

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Rui Nascimento, Thiago Silva, Escola Secundária de Rio Tinto, Reconstrutores da biodiversidade

Moderação:

Ana Júlia Cavaleiro, LABBELS

Ana Isabel Gomes, ALiCE

Oradores:

Pieter de Jong, EU Representative Wetsus & WaterCampus Leeuwarden at Wetsus European Centre of Excellence for Sustainable Water Technology

Environmental Legislation Boosting Water Innovation

Norberta Coelho, Águas do Norte S.A.

AdNorte_s journey on the challenges of the water sector

Sara Reis, AquaInSilico

Digital and Climate Transformation of Water Resource Recovery Facilities

Alcina Pereira, CEB LABBELS

Novel Biotechnological Strategies for Wastewater Treatment and Valorization

Salomé Soares, LSRE-LCM/FEUP ALiCE

Advanced Water Treatments for Reuse

________________________________________

Mesa Redonda

Com a participação de todos os oradores

Moderadores: Teresa Tavares, LABBELS e Ana Isabel Gomes ALiCE




Parcerias internacionais da FCT: Construir pontes sobre o Atlântico

Sala de Atos Académicos - 14h30-16h00

Organização:

CMU Portugal, MIT-Portugal e UTAustin-Portugal

Descrição:

Nesta sessão, será discutido o impacto das parcerias internacionais da FCT go Portugal com as instituições norte-americanas Carnegie Mellon, Massachusetts Institute of Technology e University of Texas at Austin. A sessão iniciar-se-á com uma discussão aberta envolvendo os intervenientes dos três Programas. Posteriormente, serão apresentados três projectos emblemáticos que traduzem as pontes existentes entre estas parcerias para promover a internacionalização das instituições científicas e de ensino superior nacionais, aumentar a competitividade das empresas portuguesas e facilitar a mobilidade e o desenvolvimento de recursos humanos altamente qualificados. A primeira parte da sessão será dedicada a uma mesa redonda com alguns dos stakeholders do programa, seguida da apresentação de 3 projectos desenvolvidos no âmbito das parcerias internacionais.

Oradores:

Doug Hart, co-Director of the MIT Portugal Program at MIT

Eunice Costa, Hovione

Inês Lynce, National Co-Director of the Carnegie Mellon Portugal Program

Jorge Sá Silva, University of Coimbra

José Manuel Mendonça, National Director of the UT Austin Portugal Program

Nuno Nunes, National Co-Director of the Carnegie Mellon Portugal Program

Pedro Arezes, National Director of the MIT Portugal Program

Petia Georgieva, University of Aveiro

Carlos Viegas, ISR Coimbra

SAFEFOREST Project

Eduardo Pereira, University of Minho

K2D Project

Tiago Hormigo - Spin.Works S.A

uPGRADE Project




Plenária 2: Clima/Ambiente

Auditório Renato Araújo - 16h30-18h00

Organização:

Comissão Organizadora do Encontro Ciência

Moderação:

Mariona Claret, Institute of Marine Sciences

Oradores:

Emanuel Gonçalves, Fundação Oceano Azul

Juan Lema, Universidade de Santiago de Compostela

Teresa Cabrita, Propolar

______________________________________

Intervenção Final

Duarte Cordeiro, Ministro do Ambiente e da Ação Climática




DIA 06

Plenária 3: Governação

Auditório Renato Araújo - 09h00-10h30

Organização:

Comissão Organizadora do Encontro Ciência

Moderação:

Helena Vieira, Comissária e Mission Board Member Restore our Ocean and Waters

Oradores:

Luís Menezes Pinheiro, Comissão para a Década das Nações Unidas das Ciências do Oceano para o Desenvolvimento Sustentável

Mafalda Freitas, Diretora Regional do Mar Região Autónoma da Madeira

Spyros Kouvelis, Mission Board Member Restore our Ocean and Waters

_____________________________________

Intervenção Final

Alexandre Quintanilha, Presidente da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência




Oportunidades e Desafios na Inovação Alimentar

Anfiteatro 23.1.5 - 11h15-12h45

Organização:

MORE, Colab4FOOD, GreenColab

Descrição:

A sessão dedicada à inovação no setor alimentar pretende discutir desafios e oportunidades para um objetivo global comum: alimentos seguros e saudáveis para 10 bilhões de pessoas em 2050!

Moderação:

Miguel Teixeira, Colab4Food

Oradores:

Teresa Carvalho

Tendenciaas e desafios do Sector Alimentar

_________________________________________

Mesa Redonda

Simão Lima, Thunder Foods

João Monteiro, Celll4Food

Daniel Silva, GreenColab

José Francisco Silva, APOMA

Cátia Marques, S2AQUAColab




Sistemas de tecnologia oceânica para a ciência, a indústria e a sociedade

Anfiteatro 23.1.7 - 11h15-12h45

Organização:

LARSyS AL e Instituto D. Luiz

Descrição:

Tem havido um enorme progresso a nível mundial no desenvolvimento de novas tecnologias que estão a proporcionar aos utilizadores finais científicos e comerciais ferramentas avançadas para a exploração dos oceanos a escalas temporais e espaciais sem precedentes, durante longos períodos de tempo. Estamos no limiar de uma nova era em que as redes de sensores, as tecnologias da informação e da comunicação, as ferramentas avançadas de modelização e os robôs marinhos que trabalham em cooperação estão a ser progressivamente reunidos para adquirir eficazmente uma multiplicidade de dados sobre grandes volumes oceânicos e as suas fronteiras com o fundo do mar e a atmosfera. Simultaneamente, a rápida disponibilidade de tecnologias avançadas desempenhará, sem dúvida, um papel importante na chamada de atenção da sociedade em geral para questões extremamente críticas, oportunas e difíceis relacionadas com os oceanos, que incluem, entre outras, o estudo dos recursos vivos e não vivos, a biodiversidade marinha, o clima e o ambiente. Estas tecnologias contribuirão grandemente para o aparecimento de comunidades muito mais empenhadas, atentas e preservadoras dos oceanos, através da utilização adequada das tecnologias da robótica, da informação e da comunicação em rápida evolução, que possuem um potencial considerável para ajudar a desvendar os mistérios dos oceanos e permitir ao cidadão comum o acesso virtual a regiões subaquáticas de outro modo inacessíveis. É neste contexto de ideias que nesta sessão nos propomos abordar um conjunto de tópicos que podem ser vistos como destaques do trabalho de I&D realizado no LARSyS AL e no Instituto D. Luiz, que espelham as suas actividades multifacetadas sob o tema geral do Conhecimento Científico, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação Azul.

Moderação:

Rachid Omira, IPMA e Instituto Dom Luiz

Oradores:

Luis Manuel Matias, Instituto Dom Luiz Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Using submarine cables for natural hazard mitigation and environment monitoring

António Pascoal, LARSyS ISR-IST Universidade de Lisboa

Cooperative Marine Robots for Scientific and Commercial Applications

Andreia Pereira, Instituto Dom Luiz Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Tracking large cetaceans with ocean-bottom recordings

Sérgio Jesus, LARSyS Universidade do Algarve

What is ocean noise ?

Carlos Corela, Instituto Dom Luiz Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Ocean-Bottom seismometers records

Ramiro Neves, LARSyS MARETEC-IST Universidade de Lisboa

Ocean Modeling and Digital Twins

_____________________________________

Encerramento

José Maria Costa, Secretário de Estado do Mar




A Biotecnologia Azul enquanto impulsionador económico

Auditório Renato Araújo - 11h15-12h45

Organização:

Fundação Oceano Azul

Descrição:

A dissociação entre as matérias-primas e a exploração dos recursos naturais é fundamental para assegurar uma transição económica sustentável. A biotecnologia azul é essencial para responder a este desafio, uma vez que permite criar soluções inovadoras, que podem ser competitivas no mercado, enquanto são descarbonizadoras, promovendo, desta forma, a conservação do oceano, através do uso de biorrecursos marinhos. A missão da UE "Starfish 2030: Restore our Ocean and Waters" estima que este mercado valerá 200 mil milhões de euros até 2030

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Frederico Mauritty Madalena Castro, Colégio Valsassina, HidroQapa

Oradores:

Ana Brazão, Gestora de Projeto Fundação Oceano Azul

Madalena Torres, Coordenadora Grupo de Trabalho da Biotecnologia Azul

Miguel Marques, Administrador Executivo INOVAMAR

João Rito, Diretor Executivo BlueBio Alliance

Ricardo Calado, Investigador do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) e do Departamento de Biologia (DBio) da Universidade de Aveiro (UA)




Valorização do Conhecimento, da Ciência e da Tecnologia

Sala de Atos Académicos - 11h15-12h45

Organização:

Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Descrição:

Nesta sessão serão abordados temas relacionados com as estratégias de valorização da tecnologia e do conhecimento, incluindo os seus aspetos legais. Para tal, a mesa redonda será constituída por oradores com uma larga experiência em processos de transferência de tecnologia, valorização do conhecimento, registo e licenciamento de propriedade intelectual.

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Brenda Matos, Ivan Morais, rodeigo Sobral, Gonçaio Lin, Escola Sec Adolfo Portela, Águeda, OSIRIS - HORUS CanSat

Moderação:

António Bob Santos, Vogal do Conselho Diretivo da FCT

Oradores:

______________________________

Mesa Redonda

Marta Marques, Coordenadora da UACOOPERA - Unidade Transversal para a Cooperação Universidade-Sociedade da Universidade de Aveiro

Soraya Gadit, CEO & Founder da Inocrowd

Ana Almeida Simões, Diretora de Inovação do Grupo Brisa

Márcia Martinho da Rosa, MMR Legal Services

Telmo Vilela, Instituto Europeu de Patentes EPO




A Missão Oceano e os seus desafios: ir além do Horizonte Europa

Sala do Senado - 11h15-12h45

Organização:

ANI

Descrição:

A União Europeia reafirmou o seu compromisso no investimento em ID&I, na área do oceano, anunciando financiamento para diversas áreas, como as Áreas Marinhas Protegidas (APM), a poluição marinha, as alterações climáticas, a pesca sustentável, a economia azul sustentável e a segurança marítima. Este compromisso encontra-se refletido na Missão Oceano com 11 tópicos a concurso, até dia 20 de setembro de 2023.

Intervenção Inicial:

António Grilo, ANI (tbc)

Abertura das sessões ANI@Ciência2023

Oradores:

Mafalda Dourado, ANI

O Papel da ANI no Acompanhamento das Missões do Horizonte Europa

Helena Vieira, Mission Board Member

Apresentação Geral e Objetivos da Missão

Ana Sutcliffe, ANI

Participação Nacional: Ponto de Situação e Perspetivas para o Futuro

_____________________________________

Mesa Redonda: Projetos e Atividades: O que podemos fazer para além da Missão?

Moderação: Maria João Fernandes, ANI

Conceição Santos, IPMA

Sandra Tavares da Silva, INTERREG Atlantic Area

Heliana Teixeira, A-AAGORA

Teresa Jorge, CCDR-Centro




À descoberta do potencial da economia azul

Anfiteatro 23.1.5 - 14h30-16h00

Organização:

CESAM e CBQF

Descrição:

Para alcançar o objetivo da Europa de se tornar o primeiro continente com impacto neutro no clima até 2050, é crucial a transição para uma bioeconomia azul circular e com impacto neutro no carbono. A biotecnologia azul é um motor essencial para substituir as cadeias de valor baseadas em combustíveis fósseis, aumentar os sistemas alimentares circulares e reduzir a poluição, especialmente os plásticos e os microplásticos. São necessárias tecnologias inovadoras para a reciclagem química para combater o plástico e o lixo marinho e contribuir para os objetivos do Pacto Ecológico Europeu, do Plano de Ação para a Economia Circular, da Ambição Poluição Zero e da Economia Azul Sustentável. Além disso, a literacia em inovação azul entre os jovens é essencial para desbloquear todo o potencial da economia azul para a sustentabilidade planetária e o bem-estar humano.

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Frederico Mauritty Madalena Castro, Colégio Valsassina, HidroQapa

Oradores:

Luís Tarelho, CESAM Universidade de Aveiro

Turning ocean plastic pollution into energy carriers

Ana Maria Gomes, CBQF Universidade Católica Portuguesa

Aquatic resources to deliver new foods to promote human health

Ricardo Calado, CESAM Universidade de Aveiro

Merging blue and green food systems - let the turquoise revolution begin!

Paula Castro, CBQF Universidade Católica Portuguesa

Treating pollution loads in saline streams – challenges for biotechnology

Manuela Pintado, CBQF Universidade Católica Portuguesa

Valorising marine byproducts and resources towards new bioactives

João Pinto da Costa, CESAM Universidade de Aveiro

Solutions to the Microplastic Crisis at the Ocean

_____________________________________

mesa redonda




Modelos in vitro avançados como plataformas de testagem em larga escala de produtos farmacêuticos derivados do oceano

Anfiteatro 23.1.7 - 14h30-16h00

Organização:

LS4FUTURE e i3S

Descrição:

Com esta sessão pretende-se mostrar a importância dos modelos in vitro avançados, a sua incorporação nos estudos experimentais e os recursos para apoiar a sua implementação. De igual modo, quer realçar-se a importância de alternativas sustentáveis na identificação de novos compostos e fármacos através de uma exploração cuidada – ponto central da investigação desenvolvida nos nossos L.As. Pretende-se igualmente dar a conhecer a translação da ciência gerada para aplicações concretas na área da saúde, com uma colaboração próxima entre academia e empresas de biotecnologia, como o iBET e o Sea4Us.

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Ricardo Abrantes, Pedro Machado, Guilherme David, Colégio Valsassina, BLUEGEN

Oradores:

António Jacinto, NMS/LS4FUTURE

O LS4FUTURE e NOVA Institute for Medical Systems Biology (NIMSB)

Anna Olsson , I3S e 3R Knowledge Center (3RKC)

O i3S e 3R Knowledge Center (3RKC)

André Maia, i3S

Open-screen em organoides

Francisco Nascimento , iBET/LS4FUTURE

Algas como produtoras de produtos farmacêuticos

Pedro Lima, Sea4Us

Do fundo do mar à bancada




Ciência e Tecnologia para a Exploração Sustentável dos Oceanos

Anfiteatro 23.1.6 - 14h30-16h00

Organização:

INESC TEC e CIIMAR/ CIMAR LA

Intervenção Inicial:

Aníbal Matos, Conselho de administração INESC TEC/FEUP

Oradores:

Ana Paula Lima, INESC TEC e Ana Paula Mucha CIIMAR/CIMAR LA

O papel do INESC TEC e do CIIMAR no combate às alterações climáticas e no conhecimento científico e tecnológico para a economia azul

Carlos Almeida , INESC TEC/ISEP e Catarina Magalhães CIIMAR/CIMAR LA

O caso de sucesso do projeto Connect2Oceans no combate às alterações climáticas

___________________________________________

Q&A

_________________________________________

Eduardo Silva, NESC TEC/ISEP

Lançamento da Revista INESC TEC Ciência e Sociedade, edição nº 6 “Capacitar a economia azul através da inovação e da tecnologia




Financiamento Europeu: Perspetivas para a internacionalização da investigação e inovação em Portugal

Auditório Renato Araújo - 14h30-16h00

Organização:

FCT e ANI

Descrição:

A sessão irá focar-se na evolução da participação portuguesa ao longo do atual programa-quadro de financiamento europeu para a investigação e inovação, Horizonte Europa, e em estratégias que têm contribuído para o sucesso na integração das pessoas e das instituições em redes internacionais de referência. Serão também abordados temas relacionados com o impacto que os projetos europeus, e em consórcio, tiveram ao nível da formação e capacitação de recursos humanos e no próprio desenvolvimento das instituições e dos ecossistemas de ciência, tecnologia e inovação onde se inserem. Particular destaque será dado à vantagem competitiva em participar em projetos europeus, principalmente na colaboração entre as instituições de I&D e as empresas, e o seu impacto no desenvolvimento científico e tecnológico nacional.

Moderação:

Mafalda Dourado, ANI

Rui Munhá_ FCT

Oradores:

Mafalda Dourado, Agência Nacional de Inovação

Rui Munhá, Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Elisabete Pires, Agência Nacional de Inovação

_____________________________________

Partilha de experiências

Luis Almeida (Universidade de Coimbra

Benjamin Costas, CIIMAR

Paula Marques, Universidade de Aveiro TEMA




Discussão da Estratégia Nacional para os Semicondutores

Sala do Senado - 14h30-16h00

Organização:

MCTES, FCT e ANI

Descrição:

A sessão pretende juntar universidades, centros de investigação, empresas e outros na primeira discussão aberta sobre a Estratégia Nacional para os Semicondutores, onde se espera um debate ativo acerca das orientações e iniciativas que impulsionarão o setor em Portugal. Pretende-se que a sessão potencie o alinhamento entre as entidades portuguesas na área, promovendo futuras ações coordenadas a nível nacional e Europeu. Para além do registo geral no Evento Ciência 2023 agradece-se que se registe neste evento (https://ec.europa.eu/eusurvey/runner/evento-discussao-estrategia-nacional-semicondutores) para que possamos divulgar informação adicional.

Intervenção Inicial:

Elvira Fortunato, Ministra da Ciência Tecnologia e Ensino Superior

Desafios para o ecossistema de semicondutores em Portugal

Moderação:

António Grilo, Presidente da Agência Nacional de Inovação

Oradores:

Mário Amaral, Representante Nacional na Parceria Europeia Key Digital Technologies Fundação para a Ciência e a Tecnologia e Sofia Azevedo Delegada e NCP ao Cluster Indústria

European Chips Act - a estratégia Europeia para os semicondutores -

Diogo Vaz, Adjunto do Gabinete da Ministra da Ciência Tecnologia e Ensino Superior

A estratégia nacional de semicondutores

___________________________________________

Discussão




Prémios Impacto da Ciência na Economia e na Sociedade em Portugal

Sala de Atos Académicos - 15h30-17h00

Organização:

Gabinete de Estratégia e Estudos (GEE) do Ministério da Economia e do Mar e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P.

Descrição:

O Gabinete de Estratégia e Estudos (GEE) do Ministério da Economia e do Mar e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. (FCT) promovem a sessão de apresentação dos 4 artigos premiados no âmbito da 10.ª edição das Call for Papers sobre “Impacto da Ciência na Economia e na Sociedade em Portugal: Investimento, emprego científico e valorização do conhecimento”.

Intervenção Inicial:

Joana Almodovar, Diretora do GEE

António Bob Santos, Vogal do Conselho Diretivo da FCT

Moderação:

Gabriel Osório de Barros, Diretor de Serviços de Análise Económica GEE

Oradores:

Inês Ferraz Teixeira, Aurora Teixeira e Luís Delfim Santos Universidade do Porto

R&D subsidies and Portuguese firms’ performance: A longitudinal firm-level study

Tânia Pinto e Aurora Teixeira, Universidade do Porto

Does scientific research output matter for Portugal’s economic growth?

Natália Barbosa e Ana Paula Faria, Universidade do Minho

Science and productivity in European firms: How do regional innovation modes matter?

Anna Bernard, Rahim Lila e Joana Silva Universidade Católica-Lisbon

Employment versus Efficiency: Which Firms should R&D Tax Credits Target?

________________________________________

Perguntas e Respostas

________________________________________

Encerramento

Elvira Fortunato, Ministra da Ciência Tecnologia e Ensino Superior

António Costa Silva, Ministro da Economia e do Mar




Plenária 4: Economia do Mar

Auditório Renato Araújo - 16h30-18h00

Organização:

Comissão Organizadora do Encontro Ciência

Moderação:

João Rito, BluebioAlliance

Oradores:

Rosa Chapela, CETMAR

Bruno Sommer Ferreira, A4F

António Campinos, Presidente do Instituto Europeu de Patentes

_____________________________________

Intervenção Final

António Costa Silva, Ministro da Economia e do Mar




DIA 07

Plenária 5: Cooperação

Auditório Renato Araújo - 09h00-10h30

Organização:

Comissão Organizadora do Encontro Ciência

Moderação:

Maria João Bebianno, Universidade do Algarve

Oradores:

Sofia Cordeiro, AANChOR project

Estrela Matilde, Fundação Príncipe

Christos Arvanitidis, LIFEWATCH ERIC

_____________________________________

Intervenção Final

João Ramalho Marreiros, Diretor Geral do Instituto Hidrográfico




Importância da Investigação Clínica no contexto do desenvolvimento científico

Anfiteatro 23.1.7 - 11h15-12h45

Organização:

REAL e RISE

Descrição:

A sessão incluirá várias apresentações que desde diferentes perspetivas abordarão a importância da investigação clínica no contexto nacional de desenvolvimento da investigação científica e a inovação, assim como a relevância da investigação clínica para o desenvolvimento de soluções para a melhora dos níveis de saúde e bem-estar da população portuguesa.

Intervenção Inicial:

Fernando Schmitt , CINTESIS@RISE/FMUP

O valor da investigação clínica

Moderação:

Fernando Schmitt , CINTESIS@RISE/FMUP

Helena Canhão, CHRC/REAL/NMS

Oradores:

João Pedro Ferreira, UNIC@RISE/FMUP

Ensaios clínicos da iniciativa do investigador em Portugal

Lúcia Domingues, CHRC/REAL/NMS

O papel dos Centros Académicos Clínicos na investigação clínica

Inês Fronteira, CHRC/REAL/ENSP

Investigação clínica nas comunidades

Luis Azevedo, CINTESIS@RISE/FMUP

O papel da ciência de dados na investigação clínica

Marcelo Urbano Ferreira, GHTM/REAL/IHMT/NMS

Investigação clínica e a aplicação à medicina de precisão

Carla Bartosh, CI-IPOP@RISE

A patologia como instrumento na investigação clínica

_________________________________________

Discussão




Novas tecnologias para a monitorização ambiental e ecológica num planeta em constante mudança

Anfiteatro 23.1.5 - 11h15-12h45

Organização:

ARNET e InBio

Descrição:

A Rede de Investigação Aquática (ARNET) é um Laboratório Associado que atua no contexto das mudanças globais e pressões antropogénicas. Com competências especializadas nas ciências biológicas e ambientais, aplica abordagens metodológicas orientadas para diferentes sistemas aquáticos. É uma rede multi-institucional com ampla distribuição geográfica, composta por mais de 700 investigadores de três unidades de I&D: MARE, CIMA e CBMA. A Rede de Investigação em Biodiversidade e Biologia Evolutiva - InBIO é um Laboratório Associado resultante de uma parceria entre o CIBIO e o CEABN. Tenta compreender os processos que moldam a diversidade biológica e os princípios que governam a distribuição da variação genotípica e fenotípica, integrando conhecimentos ecológicos, taxonómicos e biogeográficos em diferentes escalas. Além da investigação, a InBIO aplica esse conhecimento em estratégias de conservação e ferramentas de gestão para autoridades nacionais e internacionais. O seu compromisso com a conservação vai desde programas de educação em biologia evolutiva e conservação, a iniciativas que promovem a conscientização pública e a apreciação da biodiversidade. Nesta sessão temática, investigadores de todas as unidades de I&D da ARNET e da InBio explorarão o papel fundamental da tecnologia marinha na monitorização e compreensão dos impactos das alterações climáticas nos ecossistemas marinhos. No final da sessão espera-se que os participantes se sintam informados sobre tecnologias de ponta, metodologias e aplicações de baixo custo que permitem uma monitorização ambiental abrangente no contexto das alterações climáticas.

Abertura da Sessão com Alunos de Projetos Ciência Viva:

Margarida Rosa, Beatriz Silva, Escola sec. de Ponte de Sor, CANSOR

Moderação:

Zara Teixeira, MARE-Centro de Ciências do Mar e do Ambiente ARNET – Rede de Investigação Aquática Universidade de Coim

Oradores:

Fernando P. Lima, Cátia Monteiro Rita da Silva Rocío A. Nieto-Vilela and Rui Seabra

CCTBON: Cutting-edge temperature and biodiversity monitoring in rocky shores across the entire Atlantic Ocean

Cátia Monteiro, CIBIO-InBIO Universidade do Porto

eDNA and autonomous temperature logging as tools to understand biotic interactions in a changing world

Filipe Costa, CBMA – Centro de Biologia Molecular e Ambiental ARNET – Rede de Investigação Aquática Universidade do Minho

Usefulness and potential of (e)DNA (meta)barcoding in marine biodiversity monitoring and management

Flávio Martins, CIMA - Centro de Investigação Marinha e Ambiental ARNET – Rede de Investigação Aquática Universidade do Algarve

New Technologies for Ocean Observation and Forecasting on the Algarve Coast

Lino Costa, Helena Adão Ana Brito Bernardo Quintella

CoastNet – Portuguese Coastal Monitoring Network: Connecting People to the Ocean

João Monteiro, MARE-Centro de Ciências do Mar e do Ambiente ARNET – Rede de Investigação Aquática Faculdade Ciências da Vida

Integrating manned and unmanned technology and innovation in marine science and exploration




Mesa redonda de Alto-nível sobre Carreiras de Investigação Europeias atrativas, sustentáveis e interoperáveis

Sala de Atos Académicos - 11h15-12h45

Organização:

Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Descrição:

Esta sessão tem como primeiro objetivo debater, de forma holística, as carreiras de investigação, no quadro do futuro “European Framework for Research Careers”, que possivelmente será aprovado no segundo semestre de 2023 pelo Conselho da EU. Visa-se, ainda, articular os possíveis desafios das carreiras nacionais na sua inserção no quadro europeu e da renovação do Espaço Europeu de Investigação em curso. Em segundo lugar, pretende-se a prossecução da prioridade política definida por Portugal para a sua Presidência do Conselho da EU em 2021, consubstanciada nas Conclusão do Conselho da União Europeia, aprovadas em 28 de maio de 2021, intituladas “Aprofundamento do Espaço Europeu da Investigação: proporcionar aos investigadores carreiras e condições de trabalho atrativas e sustentáveis e tornar a circulação de cérebros uma realidade”, cuja operacionalização ocorre no âmbito da “Action 4 - Promote attractive research careers, talent circulation and mobility” da ERA Policy Agenda (2022-2024). Portugal faz parte da governação da Ação 4 e, nesse contexto, organizou em Lisboa, no dia 12 de abril de 2023, o “Workshop nacional para carreiras de I&D atrativas e sustentáveis” em colaboração com a Universidade NOVA de Lisboa, que iniciou este debate ao nível nacional.

Intervenção Inicial:

Manuel Aleixo, Comissão Europeia DG Investigação e Inovação Chefe de Unidade

Spreading Excellence and Research Careers

Simon Roy, OCDE Analista Sénior de Políticas da Divisão de Educação e Competências

Developments in academic careers: evidence from OECD countries

Fernando Galindo-Rueda, OCDE Economista Sénior da Divisão de Ciência Tecnologia e Inovação

Moderação:

Luísa Henriques, Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Oradores:

_________________________________________________

Mesa-Redonda

João Rocha, Presidente do Conselho dos Laboratórios Associados

José Manuel Mendonça, Presidente do Conselho Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação

Francisco C. Santos, Vice-Presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Orlando Rodrigues, Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos

Paulo Vaz, Conselho de Administração da Associação Empresarial de Portugal

Peter Jordan, Presidente do Forúm dos Conselhos Científicos dos Laboratórios de Estado

Eugénio Ferreira, Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas

_____________________________________

Encerramento

Tiago Antunes, Secretário de Estado dos Assuntos Europeus




Ciência dos oceanos e desenvolvimento sustentável: estratégias para a mudança

Auditório Renato Araújo - 11h15-12h45

Organização:

Fundação Calouste Gulbenkian

Descrição:

A Década das Nações Unidas da Ciência dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável tem como objetivo catalisar a ciência de que precisamos para o oceano que queremos. Mas qual é a ciência de que precisamos para o desenvolvimento sustentável? Se investirmos apenas nas ciências naturais e na inovação tecnológica, não conseguiremos garantir a mudança radical na relação das pessoas com o oceano, que é o objetivo subjacente à Década dos Oceanos. Para garantir uma mudança duradoura na gestão e proteção dos oceanos, temos também de investir em abordagens informadas pelas mais recentes ciências sociais e conhecimentos de comunicação, ligando a investigação e a inovação à política e às pessoas que permitem a mudança. Precisamos de colaboração entre disciplinas e partes interessadas - e de soluções para o oceano e para o clima que sejam conjuntas, colocando os benefícios para as pessoas e para a natureza no centro da mudança sustentável. Ao longo da última década, a Fundação Calouste Gulbenkian tem apoiado a colaboração pioneira, a comunicação e a ciência para a inovação política e empresarial na esfera dos oceanos. O nosso novo Programa de Sustentabilidade, com a duração de cinco anos, centra-se no envolvimento efetivo na ação climática e nos oceanos, com base no trabalho que temos vindo a desenvolver em Portugal, no Reino Unido e a nível internacional. Junte-se a nós para conhecer os destaques do novo programa, as ideias críticas da ciência social e da comunicação marinha, e as últimas actualizações do nosso projeto emblemático de clima oceânico, a iniciativa Gulbenkian Carbono Azul, que procura lançar um mercado voluntário de carbono azul em Portugal, tendo como ponto fulcral a necessidade de ligação entre ciência, política, empresas e comunidades.

Oradores:

Louisa Hooper, Director Sustainability Programme Calouste Gulbenkian Foundation

Sofia Barbeiro, Coordinator Gulbenkian Blue Carbon initiative

Sophie Hulme, Director and Co-Founder Communications Inc

Dr Peter Richardson, Head of Ocean Recovery Marine Conservation Society




Que futuro para um oceano saudável?

Anfiteatro 23.1.6 - 11h15-12h45

Organização:

Ciência Viva

Descrição:

“Humanity counts on the ocean. But can the ocean count on us?" (...) Estas palavras de Antonio Guterres, Secretário Geral das Nações Unidas, no Dia Mundial do Oceano 2023, inspiraram esta sessão em que iremos debater com os jovens como formar e capacitar a nova geração para um futuro de sustentabilidade do Oceano. Uma geração informada e crítica, capaz de tomar decisões influenciadoras de uma ação política de benefício planetário. Que competências para a escola oceânica? Debate com estudantes, professores, cientistas, empresários, políticos em que os protagonistas são os jovens, a quem competirá liderar no futuro.

Intervenção Inicial:

Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva

Conversa com os estudantes/Debate with students, Ana Noronha Ciência Viva

Debate com a audiência /Reverse session

Oradores:

Escola Básica e Secundária João Garcia Bacelar, Tocha Cantanhede (Clube Ciência Viva)

Monitorização do litoral da Tocha/Monitorization of the Tocha coastline

Escola Profissional de Salvaterra de Magos

Protótipo para monitorização da qualidade da água dos rios. Vencedor do concurso Atlantic Junior 2022, Ciência Viva /FLAD./Prototype for water quality monitorization. Winner of Ciência Viva /FLAD Atlantic Junior Competition 2022.

Escola Básica e Secundária Anselmo de Andrade, Almada (Clube Ciência Viva e Escola Azul)

As nossas praias estão a desaparecer!/Our beaches are disappearing!

Colégio Valssassina

Protótipo de bóia para monitorização de parâmetros oceanográficos, concurso Atlantic Junior Ciência Viva/FLAD 2023./Prototype of floater for monitorization of oceanographic data, Ciência Viva/FLAD Atlantic Junior Competition 2023

Agrupamento de Escolas de Sampaio, Sesimbra (Clube Ciência Viva)

Protótipo de catamarã para o estudo da Lagoa de Albufeira, concurso Atlântico Júnior Ciência Viva /FLAD 2023./ Prototype of catamaran for the monitorization of water quality in the Albufeira Lagoon, Ciência Viva /FLAD Competition 2023.

Escola Secundária de Alcanena (Clube Ciência Viva)

Curtimento de cabedal com extratos de algas marinhas, premiado no concurso Atlantic Junior Ciência Viva /FLAD 2022. Sustainable leather tanning with algae extracts, award at Ciência Viva Atlantic Junior Competion 2022.

Convidados/Special guests:

•Adelino Canário, Diretor do CCMAR•Cláudia Faria, Instituto de Educação, Portugal •Elsa Henriques, Diretora da FLAD •Fernanda Silva e Bernardo Mata, DGPM - Direção Geral de Política do Mar, Escola Azul •Laura Guimarães, CIIMAR •Miguel Marques, consultor na área da Economia Azul •Natacha Moreira, Fundação Oceano Azul • Raquel Costa, EMEPC - Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental •Tiago Garcia, Colab+Atlantico •Zara Teixeira, MARE – Coimbra




Potenciar o ciclo de vida do conhecimento – do laboratório para o mercado, de Portugal para o Mundo

Sala do Senado - 11h15-12h45

Organização:

ANI

Descrição:

Abordar o ciclo de ID&I e as questões estratégicas que potenciam a capacitação e o aumento da competitividade numa relação mais robusta entre a academia e as empresas, através da partilha de experiências e de conhecimento de diferentes stakeholders

Moderação:

José Antão, ANI

Oradores:

Marlos Silva, Sonae B2E (Projeto Mobilizador ValorMar)

Pedro Pinheiro, A. Silva Matos

Paulo Antunes, PIEP

Juliana Brito Monteiro, FCT NOVA & NOVA.id.FCT

João Piedade, Marinha Portuguesa




Biotecnologia e Bioeconomia Azul – estratégias para a conservação do oceano e promoção da saúde

Anfiteatro 23.1.6 - 14h30-16h00

Organização:

Instituto para a Saúde e a Bioeconomia (i4HB) e Centro de Investigação Marinha e Ambiental (CIMAR LA)

Descrição:

Os laboratórios associados i4HB and CIMAR LA apresentarão a investigação multidisciplinar de ponta que torna o oceano global um actor-chave no novo conceito “One Health”, através de abordagens transformadoras em biotecnologia azul, bioeconomia e serviços de ecossistema para a preservação da biodiversidade e da saúde dos ecossistemas, um requisito reconhecido para o bem-estar humano. A sessão paralela aqui proposta beneficia do amplo conhecimento em ciência e tecnologia possibilitado pelas sinergias entre ambos os laboratórios associados. Os objectivos desta sessão são (i) orientar o pensamento crítico para a literacia científica e ambiental, (ii) aprofundar as colaborações em projectos de ID&T e (iii) divulgar a investigação avançada, a um público diverso, sobre quatro pilares fundamentais do conhecimento: (I) funcionamento e conservação dos ecossistemas em um cenário de alterações climáticas, (II) o oceano como fonte de energia renovável, moléculas bioactivas, biocatalisadores e biomateriais para uma série de aplicações, desde novas terapêuticas até à aquicultura sustentável, (III) tecnologias limpas para detectar e atenuar a poluição e valorizar os resíduos, e (IV) o roteiro para uma economia menos dependente do carbono. A sessão combinará diferentes modos de comunicação de uma forma integradora.

Moderação:

Adelino Canário, CIMAR LA

Rodrigo Costa, i4HB

Oradores:

Ana Paula Mucha, CIIMAR – Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental

Biorremediação - ferramentas biotecnológicas ao serviço da saúde dos ecossistemas marinhos

Pedro M. Costa, UCIBIO - Unidade de Ciências Biomoleculares Aplicadas

Do biota à saúde humana: Novas perspetivas para a ecotoxicologia marinha

Maria Teresa Cesário, iBB – Instituto de Bioengenharia e Biociências

Valorização da alga verde Ulva rigida a plásticos biodegradáveis, ácido glucónico e ingredientes funcionais

João Varela, CCMAR – Centro de Ciências do Mar

Biotecnologia Marinha: Recursos e Estratégias para melhorar a Saúde Humana, a Saúde Animal e a Saúde dos Ecossistemas Marinhos

________________________________________

Mesa Redonda

Discussão e Q&A com os oradores

Debate: A investigação multidisciplinar na promoção da saúde humana e ecossistémica




Sustentabilidade e Segurança Alimentar: desafios atuais e futuros

Anfiteatro 23.1.5 - 14h30-16h00

Organização:

CICECO – Instituto de Materiais de Aveiro, LA para a Química Verde - Tecnologias e Processos Limpos, Laboratório para a Investigação Integrativa e translacional em Saúde Populacional e Laboratório para a Sustentabilidade do Uso da Terra e dos Serviços dos Ecossistemas

Descrição:

Esta sessão inclui 4 palestras de oradores de diferentes entidades associadas que irão abordar temas prementes no que respeita a sustentabilidade e segurança alimentar.

Oradores:

Carla Lopes , Laboratório para a Investigação Integrativa e Translacional em Saúde Populacional

(In)segurança Alimentar: Desafios de alimentar a população de forma saudável e sustentável

Sara Cunha, LAQV - Laboratório Associado para a Química Verde

Contaminantes químicos em pescado

Idalina Gonçalves, CICECO – Instituto de Materiais de Aveiro

Transformação de subprodutos agroalimentares em bioplásticos funcionais: uma abordagem circular para a sustentabilidade

Anabela Raymundo, Laboratório para a Sustentabilidade do Uso da Terra e dos Serviços dos Ecossistemas

Microalgas como ingrediente alimentar saudável e sustentável: perspetivas futuras




O Nexus Água-Energia no centro da sustentabilidade ambiental

Anfiteatro 23.1.7 - 14h30-16h00

Organização:

Built CoLAB e WATER CO-RE COLAB

Descrição:

A sessão procura dar a conhecer os diversos pontos de contato entre os dois CoLABs, no que respeita às suas linhas estratégicas, bem como explorar outros terrenos comuns e sinergias que possam beneficiar, igualmente, a visão estratégica que outros CoLABs e laboratórios associativos possam vir a desenvolver nas suas atividades relacionadas com o Nexus Água-Energia. Esta sessão procura perspetivar e debater a importância de promover um transição digital e ambiental das infraestruturas e cadeias de abastecimento críticas dos setores envolvidos, tendo em vista o aumento estratégico da sua resiliência, sustentabilidade e capacidade de adaptação para enfrentar tempos modernos, onde os desafios relacionados com a escassez e as alterações climáticas se tornam cada vez mais evidentes. A sessão será mesa redonda com 1 moderador e 2 oradores de cada CoLAB.

Moderação:

João Moutinho, Built CoLAB

Oradores:

Poças Martins, Built CoLAB

Marco Pedroso, Built CoLAB

Carlos Oliveira , Water Co-Re CoLAB

Jaime Gabriel Silva, Water Co-Re CoLAB




Rede Nacional de Computação Avançada (RNCA)

Sala de Atos Académicos - 14h30-16h00

Organização:

Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Descrição:

Nesta sessão será feito um balanço das atividades desenvolvidas no último ano na RNCA e no EuroHPC, bem como perspetivar o futuro próximo, nomeadamente com a entrada em operação do supercomputador Deucalion.

Oradores:

João Nuno Ferreira, João Pagaime Susana Caetano Catarina Guerreiro

Atualização da Rede Nacional de Computação Avançada: Concursos de acesso, Inquérito Nacional, 1º MOOC Computação Avançada

_____________________________________

Centros operacionais

João Barbosa

Supercomputador Deucalion

Jorge Gomes

INCD

tbc

LCA-UC

tbc

HPC-UÉ

______________________________________

Centro de competências da Univ. Aveiro

tbc

______________________________________________

Mário Amaral, Fundação para a ciência e a tecnologia

Oportunidades EuroHPC




Oceanos: Um Mar de Oportunidades para a Saúde

Auditório Renato Araújo - 14h30-16h00

Organização:

AICIB

Descrição:

A sessão ‘Oceanos: Um Mar de Oportunidades para a Saúde’ pretende explorar o potencial dos oceanos e o seu impacto direto na saúde humana. Nesta sessão, mergulharemos nas profundezas dos oceanos para compreendermos melhor a sua influência sobre nosso bem-estar físico e mental. Os oceanos desempenham um papel crucial na saúde global, fornecendo recursos alimentares, medicinais e terapêuticos, além de oferecerem oportunidades recreativas e inspiração para a nossa mente. Durante esta sessão, exploraremos as descobertas científicas e as inovações emergentes que nos permitem tirar o maior partido deste importante recurso natural, com o objetivo de promover uma vida mais saudável e sustentável para todos.

Intervenção Inicial:

Catarina Resende, Presidente AICIB

Abertura

Sónia Cruz, Centro de Estudos do Ambiente e do Mar

Os segredos da biodiversidade marinha: uma lição sobre lesmas do mar fotossintéticas

Oradores:

Ralph Urbatzka, Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental

Exploração da biodiversidade marinha para doenças humanas

Óscar Camacho, Unidade Local de Saúde de Matosinhos

Medicina subaquática

Ana Rita Ribeiro, Blue BioEconomy CoLab

O Oceano, a Inovação e a Criação de Valor no sector da saúde

_________________________________________

Mesa Redonda. Sónia Cruz, Ralph Urbatzka, Óscar Camacho, Ana Rita Ribeiro

Moderação: Nuno Sousa




O papel do PRR no apoio ao ecossistema de I&I: Missão Interface

Sala do Senado - 14h30-16h00

Organização:

ANI

Descrição:

Discutir como é que os CTI e os CoLAB podem ter mais impacte na valorização do conhecimento e na transferência de tecnologia através do financiamento base, alavancando outras formas de financiamento que permitam a estas instituições de interface potenciar o impacte das suas atividades.

Oradores:

Sofia Couto, ANI

Rede CoLAB: em direção a um financiamento sustentável

_____________________________________

Mesa Redonda

Moderação: Sofia Couto, ANI

Jorge Brandão, SeaPower

Luís Costa, VG CoLAB

Ana Brito e Melo, WavEC

Joana Maria, Vortex CoLAB




Plenária 6: Alimentação

Auditório Renato Araújo - 16h30-18h00

Organização:

Comissão Organizadora do Encontro Ciência

Moderação:

Miguel Miranda, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Oradores:

Lourenzo Patrana, Iberian Nanotechnology Laboratory

Octavi Quintana Trias, PRIMA

Cristina Pita, Universidade de Aveiro

_____________________________________

Intervenção Final

Maria do Céu Antunes, Ministra da Agricultura e Alimentação

_____________________________________

Entrega dos prémios Arquivo.PT

_____________________________________

Elvira Fortunato, Ministra da Ciência Tecnologia e Ensino Superior

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República




Organização:

Fundação para a Ciência e a Tecnologia

 

Ciência Viva

 

Universidade de Aveiro

Apoio institucional:

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

 

Assembleia da Républica